Copyright © 2017 Maria Vilhena

O Blog da
Maria Vilhena

NEWS

07/05/2021

Ao longo do tempo, temos vindo a falar do método Lean aplicado aos nossos projetos. Hoje vimos mostrar-lhe um caso prático, para lhe explicar este processo.

Este método estuda o quotidiano, hábitos e mecânica das pessoas, singulares ou grupos e, sensível às suas necessidades, permite que se projetem espaços totalmente coerentes com o estilo de vida pessoal ou profissional de cada um, aliando a componente estética à alta funcionalidade.
Para tal, numa primeira fase é feito um estudo prévio aprofundado das rotinas das famílias e das empresas e são delineados os objetivos, o propósito dos espaços a projetar.

Neste caso o cliente pretendia que a casa fosse um local calmo, que transmitisse serenidade, com um ambiente clean, mas acolhedor. Uma das principais preocupações era tornar o espaço o mais insonorizado possível, do interior para o exterior e vice-versa. O open-space de sala e cozinha, deveria ter áreas distintas para: música; zona para meditação; zona de refeições ou trabalho; biblioteca/ estantes para livros.

Após a recolha de informação, através de inquérito e de visita ao local e conversa presencial, fez-se a revisão ao layout. Foi estudada e definida a localização das peças de mobiliário que iriam compor cada área e o fluxo entre elas, promovendo uma maior funcionalidade do open-space, quer para o dia-a-dia do proprietário, quer para quando recebe convidados.

 

Do espaço existente ao novo layout

 

O passo seguinte levou-nos ao desenho de pormenor das peças de mobiliário e de elementos decorativos por medida, permitindo um eficiente aproveitamento do espaço. No momento de criação de um ambiente, a escolha de materiais, texturas, cores, iluminação são essenciais para um resultado que funcione e agrade ao cliente e que vá ao encontro dos objetivos definidos.

 

Desenhos técnicos e escolha de materiais

 

Neste caso, os tons terra suaves harmonizam com o preto, numa mistura de texturas simples com materiais como a madeira, o ferro e o vidro, trazendo para o interior do apartamento elementos naturais que invocam serenidade e o máximo conforto. Em todo o espaço existe iluminação indirecta através de fitas LED em tom quente, que reforça estas sensações.

 

Veja o projeto final aqui

 

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *