Copyright © 2017 Maria Vilhena

O Blog da
Maria Vilhena

DIY

22/04/2019

Há algum tempo que lhe falamos da importância de uma atmosfera agradável no local de trabalho. Gostar do que fazemos e ter uma boa relação com os colegas é muito importante. Ter um ambiente ergonómico, confortável e visualmente bonito, é fundamental.

 

Todos os nossos sentidos estão constantemente em alerta e para podermos trabalhar motivados, precisamos sentir-nos confortáveis. E quando falamos de conforto – além dos aspetos interpessoais de extrema importância – temos obrigatoriamente de falar em design de interiores.

 

Para que os colaboradores possam produzir mais e melhor, precisam estar altamente comprometidos e motivados. E o design de interiores oferece esse estímulo. Sobretudo se no projeto – além de toda a estética e conforto que jamais poderão ser descuradas – forem contempladas técnicas influenciadas pelo Lean Design, uma metodologia que tem como objetivo primordial a eliminação de desperdícios e componentes que não acrescentem valor ao negócio e à forma como a empresa e todos os colaboradores desempenham as suas funções.

 

Se aliarmos uma boa estratégia a uma decoração bem projetada, qualquer negócio pode alcançar o sucesso.

 

Hoje queremos mostrar-lhe as atuais tendências de design de interiores para empresas. Tendências que vão muito além da decoração.
Se está a planear levar a sua empresa para outro nível, veja com atenção os próximos parágrafos:

 

ESPAÇOS ORIENTADOS PARA A EXPERIÊNCIA

Incorporar experiências diretas no modelo de negócios é uma prática cada vez mais comum nos dias de hoje, sobretudo em grandes empresas, que entendem a sua verdadeira importância como veículo para atingir o sucesso.

 

É necessário priorizar a experiência do colaborador no seu local de trabalho. Tal como lhe referimos anteriormente, este espaço deve ser criado e destinado a desenvolver o bem-estar geral, cultivar a felicidade, construir relações saudáveis e aumentar a motivação. Só assim é possível que todos os colaboradores se sintam felizes e naturalmente predispostos a produzir mais e melhor.

 

Esta tendência de design de interiores (e cultura empresarial) inclui espaços dedicados a:

• Massagem Terapêutica

• Consultas Quiropráticas

• Acupuntura e Medicina Holística

• Estúdios para Meditação e Ioga

• Trails para Caminhada/Corrida

• Paredes para Escalada

• Cafés e Bares de Cocktails

• Salas de Jogos e Espaços de Jogos de Realidade Virtual

• Torneios Desportivos Corporativos

• Espaços Para Atividade Física (interiores e exteriores)

• Palcos de Teatro e Música

 

O VELHO ENCONTRA NOVO

Todos sabemos que a moda e as tendências são cíclicas. O que “cai em desgraça” volta a subir novamente mais tarde aos palcos.

 

Como o próprio nome indica, a tendência “O Velho Conhece o Novo” também segue este fenómeno cíclico, injetando uma nova vida em fantásticos edifícios antigos com veneráveis ​​tradições artesanais, trazendo de volta à vida estruturas e armazéns em ruínas.

 

Esta tendência está a fazer com que várias empresas invistam em espaços antigos e abandonados para os reabilitar. Espaços estes que combinam o antigo dos edifícios com o moderno da decoração. Expressões tecnológicas de vanguarda e estética áspera, desgastada e robusta, combinadas com espaços inovadores, mas não convencionais.

 

Esta tendência incluem:

• Texturas Antigas

• Texturas Suaves e Macias

• Artesanato Antigo

• Design Moderno

• Vidro e Metais

• Tapetes ou Revestimentos de Parede com Desenhos Abstratos

• Mobiliário Moderno e Equipamento de Escritório

 

SEGUNDA NATUREZA

A tendência da “Segunda Natureza” é a tendência de “plantas e design biofílico”. O Design Biofílico e a introdução de plantas na decoração tem sido uma tendência marcante nos últimos anos e vai continuar a ser nas próximas décadas.

 

Mais do que esteticamente bonitas, as plantas e a sua utilização da decoração são uma necessidade. Melhoram a qualidade do ar, transmitem tranquilidade e potenciam a criatividade.

 

Já deve ter reparado como “os verdes” têm ganhado força nos últimos anos. As plantas estão presentes nas casas, nos edifícios, nos hotéis, nos shoppings e em todos os locais que possa imaginar. Já há muito tempo que as plantas deixaram de se ver somente nos nossos lares ou nos jardins e isto é fruto de uma nova – e muito importante – consciência ambiental e cultural.

 

O Design Biofílico, na sua essência, usa a natureza como uma estrutura arquitetónica para tecer os padrões e formas da natureza no ambiente, construído através do uso de texturas, padrões, iluminação natural e plantas vivas.

 

Características desta nova tendência “verde”:

• Certificações WELL

• Certificações FitWel

• Certificações LEED

• Paredes Verdes Vivas

• Plantas

• Materiais Naturais (formas e padrões biomórficos, como madeira e pedra)

• Iluminação Natural

• Conforto Térmico e Ventilação de Alta qualidade

• Conexões Visuais Com a Natureza

 

E se falamos de verdes, não nos podemos esquecer de outra grande tendência de design de interiores: o Musgo.

 

As paredes de musgo estão a tornar-se muito populares nas empresas dada a sua versatilidade. Estas paredes são criadas com vários tipos de musgos organizados num número infinito de padrões.

 

As espécies mais utilizadas de musgos incluem:

• Musgo de rena (cladonia rangiferina, líquen de rena ou líquen de rena cinza)

• Folha de Musgo

• Musgo de Humor (Mood Moss)

 

Características adicionais de design de parede de musgo incluem:

• Tillandsias

• Samambaias

• Acentos de Madeira

 

 

PADRÕES ABSTRATOS E GEOMÉTRICOS

Os padrões abstratos e as formas geométricas estão as marcar os corredores, salas de reuniões e halls de entrada dos escritórios por todo o mundo.

 

As empresas ousam agora mostrar a sua personalidade na decoração, nas cores, nos padrões e nas formas. Como já lhe dissemos antes, uma imagem vale mais que mil palavras. E o design de interiores também.

 

Conhece alguma empresa que já tenha implementada uma destas tendências de design de interiores? De qual gosta mais? Deixe-nos um comentário.

One Reply to “”

O seu endereço de email não será publicado.