Copyright © 2017 Maria Vilhena

O Blog da
Maria Vilhena

DIY

10/09/2018

Decidiu arriscar e comprar aquele imóvel especial para criar o seu próprio hostel mas não sabe como decorá-lo? Antes de mais, pense bem nas pessoas que quer atrair para o seu albergue. Quem são essas pessoas? O que fazem? Quais os seus interesses e gostos? Assim torna-se um pouco mais fácil começar a delinear um projeto de design de interiores.

 

Umas coisa é transversal a todas as pessoas: quando alguém procura um hotel, hostel ou uma pousada, esperam encontrar o conforto e a higiene que têm em casa, mas com um pouco de luxo e requinte à mistura, para que o custo-benefício seja satisfatório e ainda possam passar um momento relaxante e prazeroso, fora da rotina diária.

 

Crie ambientes funcionais e com alguma irreverência arquitetónica. Lembre-se que além de bonito, o espaço deve ser confortável. Afinal de contas, se escolheram o seu hostel para poderem passar a noite e se não descansarem bem, não vão ficar satisfeitos e as reviews jamais serão positivas.

 

Um hostel, apesar dos clientes esperarem algo mais low-cost (sobretudo no preço), deve facilitar a vida às pessoas. Por isso, agregar fluidez ao ambiente e proporcionar momentos únicos ao hóspede é essencial. Uma decoração bonita e bem pensada, com espaços de divertimento e lazer agregados, é tão importante quanto um colchão confortável. Todos, mesmo todos os detalhes importam.

 

1 – Tema

Antes de começar a decorar, é importante que pense no tema do hostel ou de cada área do mesmo. Romântico, oriental, contemporâneo, cinematográfico, rock’n roll, radical, vintage ou qualquer outro estilo que deseja incorporar ao ambiente: estude o público que deseja abrigar e decore o seu hostel de forma a agradá-lo. Use a sua criatividade a seu favor, mas não exagere. Não misture temas para que o recinto não fique sobrecarregado. No entanto, um tema diferente por divisão pode tornar-se bastante interessante.

 

2 – Região

Uma decoração adaptada ao ambiente em que está inserido o hostel faz com que o imóvel se destaque. Com arquitetura e decoração típicas, o espaço torna-se aconchegante e proporciona a sensação de pertença ao lugar por parte dos hóspedes.

 

Portanto, se o hostel estiver junto à praia, aposte numa decoração mais leve, com cores tradicionais, tecidos da região e objetos de praia.

 

Caso esteja na serra, como o clima é mais frio, deve investir em cores escuras e móveis mais rústicos. O local onde o Hostel está inserido deve ser um dos pontos mais importantes a ter em conta na altura de projetar a decoração do seu espaço.

 

3 – Menos é mais

Como já é nosso hábito dizer, “less is more”. O objetivo é fazer com que o hóspede se surpreenda positivamente com a decoração, por isso, escolha bem os objetos. Se preferir abusar nos objetos de decoração, pinte as paredes com cores neutras e opte por móveis mais lisos e compactos. Importante é haver equilíbrio e uma conjugação inteligente de todos os elementos.

 

4 – Paredes

A cor e textura das paredes do seu hostel podem redimensionar o espaço ou fazer com que o seu hóspede seja transportado para outro lugar. Espelhos, papéis de parede, obras de arte, são algumas das suas opções e todas elas têm o poder de transmitir diferentes sensações. Os espelhos, dão amplitude aos espaços. Quadros com paisagens ou fotografias, podem transmitir tranquilidade. Tudo depende daquilo que deseja transmitir a quem entra no seu hostel. As cores são igualmente importantes, pois todas elas emanam uma energia diferente. Pense no que quer transmitir em cada uma das áreas.

 

5 – Iluminação

Como sempre referimos nos nossos artigos, a iluminação é essencial. Os ambientes internos exigem um complemento visual e estético para deixar o local mais bonito, atraente e elegante. Este caso é o único em que a regra “menos é mais” não se aplica. Quanto mais iluminado for o espaço, melhor. Aposte em pontos focais e abuse sobretudo da iluminação natural. Se quiser deixar o lugar ainda mais luxuoso, utilize o espelhos para que a iluminação seja distribuída de maneira difusa.

 

6 – A cozinha

Todos os hostels têm uma cozinha à disposição dos hóspedes. Além de comida deliciosa (e com muitas opções), deve ter em atenção todos os detalhes da cozinha e/ou refeitório. Misture mesas pequenas com mesas corridas. Escolha louça bonita e a oportunidade de os hóspedes cozinharem se assim desejarem, com todos os utensílios necessários à sua disposição. Faça-os sentir-se em casa, mas com pormenores que só o seu hostel lhes podem dar.

 

7 – Móveis multifuncionais

Por norma, os hostéis possuem áreas mais pequenas. Por esse motivo, os móveis multifuncionais são as opções mais apropriadas para estes espaços. O mais clássico dos móveis multifuncionais é o sofá-cama. Mas também existem outras peças desse tipo, como beliches, mesas dobráveis, nichos, escadas com gaveteiros, cómodas que dividem o ambiente, baús que servem como bancos, entre outros. Invista nesse tipo de mobília para decorar o seu hostel, para ter mais espaço ao mesmo tempo em que garante tudo o que o hóspede precisa.

 

A escolha da cor é verdadeiramente importante se quer dar harmonia ao ambiente. Os móveis são importantes para a personalização do local, a iluminação é essencial para complementar o visual e os objetos decorativos são para arrematar a decoração de qualquer ambiente.

 

Gostou do nosso artigo? Comente e incentive-nos a escrever mais.

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de email não será publicado.