Copyright © 2017 Maria Vilhena

O Blog da
Maria Vilhena

PRESS

09/09/2021

Estamos quase a despedir-nos do nosso “querido mês de Agosto”, mas ainda vamos a tempo de lhe mostrar este sublime projecto de uma moradia junto à praia com vistas deslumbrantes sobre a ria de Aveiro. Por detrás do projecto, está o atelier Maria Vilhena Interior Design ao qual o cliente pediu um espaço com um ambiente confortável que convidasse ao relaxamento. A pensar nisso, fez-se uso expressivo dos brancos, dos beges e das madeiras claras, especialmente de elementos de madeira mais toscos como que esculpidos de um só tronco. Os materiais que revestem algumas zonas interiores são os mesmos utilizados no exterior, o que gera uma fusão e uma sensação de continuidade entre estes espaços.

Sobre o gabinete de design de interiores responsável pelo projecto, cabe mencionar que está preparado para oferecer uma solução global que abrange o estudo da planta, a definição e aplicação dos materiais, o desenho e o fabrico de mobiliário à medida e até mesmo a escolha da decoração final. É, por isso, o atelier ideal para quem procura uma equipa qualificada, experiente e, acima de tudo, empenhada em materializar os sonhos dos clientes.

Hoje, é por Aveiro que nos ficamos para conhecer esta casa. E que casa!

 

EXTERIOR

 

Começamos pelo exterior da moradia, uma zona em jeito de oásis composta por espaços de relaxamento em cerâmico e por generosos relvados. Em vez da tradicional piscina com fundo em azul turquesa, optou-se por uma magnífica piscina em cerâmico escuro, aproximando-se, assim, o tom da água da ria e do mar — arquitectura e paisagem são um só. A moradia desenha-se em linhas longas e minimalistas e evidencia-se pelos envidraçados que permitem uma relação franca e variada entre o interior e o exterior.

 

BALNEÁRIO

 

O balneário que fornece apoio à piscina destaca-se pelo ambiente de estilo marroquino que resulta da utilização de cerâmico castanho nas paredes cujo efeito fá-lo parecer ter sido produzido manualmente.

 

SALA DE ESTAR E DE JANTAR

 

O núcleo social da casa é uma zona de grande conforto e elegância. Os têxteis de tons naturais são interrompidos e pontuados por pequenos detalhes em preto como as pernas das cadeiras e a base da mesa de centro. Também preta é a lareira suspensa, uma peça algo escultórica que desemboca no centro da sala, distribuindo o calor pelo espaço com homogeneidade. É clara a vontade dos designers em criar uma atmosfera extremamente fresca e leve a condizer com a proximidade da ria e da praia. O bege e as madeiras são, aliás, reminiscentes das cores da areia. Nesta moradia de tipologia T4, todos os sofás são sofás-cama e as todas as camas individuais têm colchões por baixo para que o cliente possa receber todos os amigos e família.

 

ZONA DE LAZER

 

Do espaço social da moradia passamos para uma zona de lazer que corresponde a uma sala mais pequena onde a parede em cerâmico texturado e os apainelados em madeira tornam o ambiente mais aconchegante. Aqui, os futuros proprietários podem desfrutar de um ambiente mais acolhedor e propício aos serões íntimos, em família, ficando a área social mais ampla reservada para quando recebem pessoas. Não queremos deixar de destacar a prateleira que parece esculpida na parede e que surge como um elemento dinâmico e diferenciador neste espaço.

 

CORREDOR E ESCADA

 

A caixa de escadas é visível do corredor que liga as salas da moradia através de um amplo pano de vidro que também fornece vista para a piscina. A guarda de escadas em corda é um elemento de destaque e náutico que reflecte com subtileza a natureza desta moradia. A caixa de escadas é o núcleo central da casa, desenvolvendo-se da cave até ao 2º andar.

 

CASA DE BANHO SOCIAL

 

Antes dos quartos, mostramos-lhe ainda a casa de banho social onde os materiais da zona social também foram usados e onde o espelho e vidro gris criam um contraste e modernizam o ambiente. O espelho reveste toda uma parede e faz com que o espaço pareça maior.

 

QUARTOS

 

Todos os quartos seguem a mesma linha, com as cabeceiras de cama revestidas com grandes painéis em madeira natural que contrastam com os candeeiros em preto mate que foram desenhados especificamente para este projecto. Em todos os quartos, desenharam-se mesas de cabeceira elevatórias que se destacam no espaço pela sua iluminação indirecta. A madeira proporciona extremo conforto e aconchego aos quartos.

 

CASAS DE BANHO

 

Para as casas de banho, escolheram-se cores mais ligadas à natureza – menta, turquesa e mineral –, tendo as paredes sido trabalhadas com o mesmo tom, mas com peças de diversos formatos ou com aplicação diferente para que cada uma fosse dinâmica e tivesse a sua própria singularidade. Em termos de layout, as casas de banho dos quartos são parecidas.

 

QUARTOS PARA OS MAIS NOVOS

 

Nos quartos pensados para os mais novos, sobressaem as cabeceiras de cama em dinâmicos ripados e as consolas de madeira trabalhadas à mão. Estas últimas, com o ar tosco, orgânico e rústico que as define, contrapõem a estética clean da casa, mas, claro, sem destoar. As camas individuais em MDF lacado comportam um segundo colchão nos gavetões inferiores. Destaque, ainda, para a superfície espelhada com a televisão embutida, uma solução inteligente para o aparelho não pesar num espaço que se quer de repouso.

 

ZONA DE RELAXAMENTO

 

Quase a terminar, e já no último piso da moradia, pode-se ver o grande espelho de água da ria de Aveiro, o que propiciou a criação de uma zona de relaxamento com duas chaises-longues de linhas muito minimalistas. Este recanto lembra-nos os espaços onde se praticam os rituais de chá japonês: zen, sereno e convidativo.

 

ZONA DE ESTAR

 

Adjacente à zona de relaxamento, há uma sala de estar deslumbrante onde se pode ler um livro na confortável poltrona, ver um filme no sofá-cama ou contemplar a chama dançante da grande lareira de etanol.

 

GARRAFEIRA

 

Terminamos na garrafeira, um espaço onde os vinhos surgem expostos de forma bastante original com as paredes retroiluminadas a pôr em destaque cada garrafa colocada no espaço. O tecto em ripado contrapõe as paredes mais futuristas. Ter espaço para receber confortavelmente pessoas era um desejo muito vincado deste cliente que terá, seguramente, uma casa à altura para dar resposta a essa vontade.

 

Nota: Este artigo foi redigido pela Homify – uma plataforma online sobre arquitetura, design e decoração que dá a conhecer profissionais qualificados e os seus projetos de sonho.

 

Pode ver o artigo aqui.

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *