Copyright © 2017 Maria Vilhena

O Blog da
Maria Vilhena

TRENDS

27/03/2017

 

Desde muito cedo que a madeira é utilizada, tanto na construção como na decoração de interiores. É um elemento que se adapta a qualquer divisão e, dadas as suas características, transmite calor e conforto. A madeira pode ser utilizada de diversas formas, no seu estado mais natural ou modificada consoante as necessidades e exigências de cada pessoa.
“Temos a atual tendência de trabalhar com tonalidades mais acinzentadas e amareladas das madeiras. A maior parte dessas cores não existe de fato na natureza, mas nem por isso são menos aceites. Os consumidores gostam bastante do resultado e não se importam se o material não é 100% natural ou fiel na cor e nas texturas”, comenta a designer e arquiteta Katalin Stammer, supervisora do núcleo de design do Centro Europeu.
O uso da madeira, bem como de elementos que a imitam (papel de parede, vinil, entre outros), advém do aspeto nobre que esta traz a cada ambiente.
 Desde projetos clássicos a contemporâneos, esta pode ser encontrada em móveis, pisos, objetos ou revestimentos para chão e teto. Recentemente, houve um retorno à utilização do piso em madeira, também conhecida como Ecopiso – uma composição de madeira natural com madeira processada.
“O benefício deste piso é permitir ter efeito, cor e textura de piso nobre aliada a facilidade de instalação – similar aos pisos laminados – ao custo competitivo e menor utilização de recursos naturais (no caso das madeiras nobres). Esse tipo de revestimento também permite que o mesmo material do piso suba pelas paredes e vista a casa com efeitos interessantes”, diz Katalin.
Além de todas estas características positivas, a madeira tem outra vantagem: pode ser trabalhada e esculpida facilmente e, por isso mesmo, ser recuperada e reciclada, convertendo-se em novos e bonitos móveis ou objetos. Já pensou nisso?

 

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de email não será publicado.