Copyright © 2017 Maria Vilhena

O Blog da
Maria Vilhena

DIY

19/06/2017

Decorar um espaço pequeno pode tornar-se bastante desafiante. Se já o fez ou pensa fazê-lo, sabe exatamente do que falo.
Deixo-lhe uma lista daqueles que considero serem os 8 passos que deve evitar quando decidir decorar um espaço com pequenas dimensões:

1. Esquecer a luz natural. ​A luz natural é uma das melhores amigas deste tipo de espaços. Maximize essa luz utilizando espelhos em paredes opostas para que possam refletir a luz. Opte por cortinas semitransparentes ou de tons claros para que a luz possa atravessar as mesmas.

2. Paleta variada de cores. ​Se a sua casa tiver vários espaços pequenos, conecte esses espaços através de uma paleta de cores homogénea. Faça o mesmo com os materiais e o estilo de decoração em geral. Vai ajudar a que o espaço flua de forma natural.

3. Deixar espaços por preencher. Usufrua o máximo do seu espaço, do chão até ao teto. Construa prateleiras, adicione assentos embutidos nas mesmas, seja criativo.

4. Não aceitação do espaço. ​De que vale negar e mostrar-se descontente com o espaço que tem só porque este é pequeno? Quanto mais cedo aceitar que é o que tem, mais rápido vai ser capaz de transformar esse espaço num local incrível e elegante.
Opte por mesas laterais, coloque a televisão na parede… utilize as paredes, como eu já referi, do chão ao teto. Vai ver que vai ficar fantástico! Explore e experimente.

5. Acumular coisas que não usa. ​Avalie bem tudo o que tem. Será que precisa mesmo de todas essas coisas que só estão a ocupar o espaço que é tão necessário e precioso? Talvez esteja na hora de oferecer ou vender algumas coisas.

6. Não perceber o poder dos espelhos. ​Os espelhos duplicam o espaço visual e refletem luz e cor, como referi antes. Os espaços vão, inevitavelmente, parecer maiores. Use e abuse deles.

7. Desperdiçar espaços valiosos. Use cada polegada que encontrar vazia na sua casa (ou espaço específico). Se a sua cozinha, por exemplo, é pequena, utilize a parte de baixo dos armários superiores para pendurar chávenas e guarde as gavetas e portas para as coisas visualmente menos atraentes. Olhe à sua volta e observe bem todos os nichos que vai poder usar a partir de agora.

8. Jogar pelo seguro. Apesar de aconselhar a homogeneidade das cores e dos materiais entre as divisões, isso não significa que a sua casa precisa ser monótona, só porque é pequena. Incorpore padrões e pormenores decorativos marcantes, por exemplo.

 

E agora, mãos à obra? Se gostou deste artigo, partilhe com os seus amigos nas redes sociais e deixe-nos o seu comentário.