Copyright © 2017 Maria Vilhena

O Blog da
Maria Vilhena

DIY

11/06/2018

Quantos de nós passamos a maioria do nosso tempo no local de trabalho?

 

Os dias têm 24 horas, sendo que cerca de 8 horas são passadas a dormir, 2 horas a comer e outras 2 passadas a prepararmo-nos para ir dormir, a preparar comida ou a prepararmo-nos para ir trabalhar mais 8 horas diárias, quando não é mais. Ora, posto isto, sobra-nos muito pouco tempo para atividades de lazer.

 

Este é um dos principais motivos pelo qual o nosso local de trabalho deve ser um lugar que nos faz bem, que nos motiva e nos faz perder a noção do tempo, não porque estamos com resmas e resmas de trabalho acumulado em cima da secretária, mas porque é um local agradável e onde dá vontade de passar o tempo.

 

Muitos empregadores não têm a verdadeira consciência de como este fator é crucial para as suas empresas, mas hoje em dia as coisas já começam a mudar pouco a pouco e, finalmente, começa-se a perceber que o que faz girar a economia são as pessoas, quem ajuda a erguer uma empresa são as pessoas e quem as pode fazer chegar a um final caótico são, igualmente, as pessoas. E quando falamos de pessoas não nos estamos somente a referir aos dirigentes ou aos seus clientes, mas sim aos seus colaboradores, que permitem que todo o plano de negócios desenhado funcione e circule tão bem como as roldanas de um grande e potente motor bem oleado.

 

Então, se para uma máquina funcionar temos de a tratar da melhor forma e certificarmo-nos que esta tem as perfeitas condições para trabalhar corretamente, porque é que não fazemos o mesmo com as pessoas das nossas empresas? Será que este não é o melhor investimento alguma vez feito? Sem sem sombra de dúvida que é.

 

Um colaborador que trabalha num local agradável, com uma decoração bonita, arte espalhada por todas paredes, plantas vivas, locais de lazer etc, é um colaborador que acorda com mais vontade de ir trabalhar. E um colaborador que acorda motivado e feliz, produz mais e melhor, de forma natural e espontânea.

 

E existem inúmeras coisas que são possíveis de implementar numa empresa para que esta se torne uma empresa de sucesso. Esqueça o aumento salarial ou os chamados incentivos, pois estes só produzem satisfação momentânea. O ser humano, além de reconhecimento, precisa de se sentir motivado, seguro e tranquilo no seu local de trabalho. Só assim é possível transformar um colaborador “tarefeiro”, num trabalhador leal.

 

Além da melhoria na qualidade das relações interpessoais, existe um leque variadíssimo de coisas novas que se podem implementar a nível de design que vão aumentar o bem-estar geral de todos, a motivação e a produtividade de uma empresa. As cores, a disposição dos materiais e das secretárias… enfim, centenas de coisas novas.

 

Basta pensar na sua empresa. Responda agora a estas perguntas: Onde é que quer chegar? Onde é que se vê daqui a 5 anos? Como é que quer ser reconhecido? Como é que gostaria que as pessoas que estão na sua empresa falassem do seu local de trabalho? Em quanto quer aumentar a produtividade da sua empresa? Acha-se capaz de o fazer sozinho/a?

 

Ao pensar no futuro e onde queremos chegar, conseguimos traçar um plano personalizado capaz de transformar a qualidade de vida de todas as pessoas que estão na empresa e levar a mesma a um patamar bem mais elevado num curto espaço de tempo.

 

O ideal é que cada empresa e marca tenham o seu espaço personalizado que grite a personalidade da mesma e que faça com que as pessoas que lá estão “vistam a camisola” de forma voluntária. Para isso, é preciso conhecer bem a história, o posicionamento e os planos/objetivos da empresa.

Mas para já, quero deixar-lhe algumas dicas bem sucintas que pode começar a aplicar imediatamente na sua empresa e que, com certeza, já vão trazer alguma brisa fresca à mesma.

 

Coloque-as em prática e repare no que estas pequenas mudanças vão trazer de novo:

1 – Livre-se diariamente de tudo o que seja desperdícios e não seja reutilizável. Não deixe coisas que não usa à vista de todos. Guarde tudo muito bem em gavetas e cestos.

2 – Utilize tecidos, cores e padrões arrojados. Arrisque e dê mais vida aos espaços.

Demasiados brancos proporcionam cortes na produtividade e criatividade.

3 – Espalhe frases motivacionais pelas salas.

4 – Utilize cortinas, tapetes e plantas, para tornar o espaço mais acolhedor e, ao mesmo tempo, mais vivo.

5 – Utilize cores fortes e papéis de parede (estude bem “a psicologia das cores” antes de as escolher. Um azul não transmite o mesmo que um vermelho, por exemplo.

6 – Mantenha as coisas num bom raio de alcance para que, tal como referimos num artigo anterior, onde contamos como pode aumentar a produtividade da sua empresa, não provoque cortes na produtividade. Além de funcional, o espaço deve ser ergonómico.

 

Se possível, crie um espaço de lazer, um bonito e agradável loungue, onde os seus colaboradores possam descontrair na pausa do café ou até mesmo fazer pequenos brainstorms criativos.

 

Clique aqui e veja um dos trabalhos que fizemos para uma empresa em Lisboa.

Está na hora de fazer algumas mudanças, não está? Vamos a isso.

Seja o primeiro a comentar

O seu endereço de email não será publicado.